“Tenha, mas não mantenha”

Alegria

                        “Tenha, mas não mantenha” – esta é a sábia recomendação do conferencista espírita Divaldo Pereira Franco, proferida no programa Transição do último domingo (26/04).  Ele se referia aos pensamentos negativos: de tristeza, ressentimento, mágoa, dentre tantos outros. Quando esses pensamentos nos vierem à mente, em vez de mantê-los, alimentá-los, permanecer com eles, devemos substituí-los por outros de elevação, de paz, de perdão, de alegria, de esperança, de fé.

                        Essa indicação tão singela, se observada, pode transformar um dia ruim em um dia bom – e muito mais do que isso: pode transformar as nossas vidas. Quanto tempo e energia temos perdido com pensamentos que não trazem nenhum benefício a ninguém? Quanto bem temos deixado de fazer por alimentar rancor e más lembranças? Quanto mal não temos feito aos nossos relacionamentos por mantermos um arquivo de maus momentos em nossas memórias?

                        Que o Criador nos ilumine os corações para que consigamos colocar em prática esses valiosos ensinamentos!

                        Paz e luz!

                        Fraternalmente,

                        Euzébia Noleto

                        www.euzebianoleto.com.br        euzebia@euzebianoleto.com.br

Imagem: Estrellas em mi jardín (www.lacoctelera.com)

***

Caso deseje assistir ao programa Transição do dia 28/04/2009, cujo tema foi “Influência dos espíritos em nossos pensamentos”, por favor clique aqui.

Como anda a sua esperança?

Aqueles que se encontram em meio à realização de um projeto longo sabem que há diversos momentos em que o entusiasmo diminui e as dúvidas parecem ser maiores que as certezas. É nesses momentos que devemos nos perguntar: como vai a nossa esperança?

Se iniciamos alguma empreitada que saberíamos que seria longa, é natural que de vez em quando experimentemos incertezas e desânimo.  Mas esses sentimentos devem ser combatidos instantaneamente com esperança. Afinal, se optamos por esse caminho é porque acreditamos que ele é válido, viável, bom para nós, e aceitamos conscientemente os desafios da jornada. Por que duvidar agora? Que benefícios pode a dúvida trazer?

Não nos esqueçamos: a esperança é o combustível do bem-estar, da alegria, da energia. Como conseguiremos realizar algo se não nos mantivermos bem? Como obteremos sucesso em um projeto se não acreditarmos em sua viabilidade?

Portanto, cultivemos a esperança sempre, principalmente quando qualquer traço de negatividade despontar em nossas mentes. Acreditemos no valor do nosso esforço: ele será recompensado.

Os bons resultados de um bom trabalho sempre aparecem, cedo ou tarde. Esperemos com paciência e esperança. E continuemos a trabalhar bastante enquanto esperamos.

Uma excelente semana a todos, com ânimo e fé! Até breve,

Euzébia Noleto

www.euzebianoleto.com.br

Viver em paz

Viver em Paz

 

            Queridos amigos,

 

            Gostaria de compartilhar com vocês hoje esta bela mensagem de Emmanuel, psicografada por Chico Xavier, em que se fala sobre viver em paz.

 

            Muitas vezes acreditamos, em tempos conturbados, que somente alcançaríamos a paz se tivéssemos outro emprego, se estudássemos em uma escola diferente, se tivéssemos nascido em outra família ou em outras condições, se vivêssemos em outra cidade ou país. Na verdade, a paz é um produto do nosso íntimo: se não nos transformarmos internamente, poderemos obter tudo o que sempre desejamos e ainda assim não conquistar a paz.       

 

            Tenham todos uma iluminada semana!

 

            Euzébia

 

            www.euzebianoleto.com.br

 

***

 

“Mantém-te em paz.
É provável que os outros te guerreiem gratuitamente, hostilizando-te a maneira de viver; entretanto, podes avançar em teu roteiro, sem guerrear a ninguém.

Para isso, contudo – para que a tranqüilidade te banhe o pensamento -, é necessário que a compaixão e a bondade te sigam todos os passos.
Assume contigo mesmo o compromisso de evitar a exasperação.

Junto da serenidade, poderás analisar cada acontecimento e cada pessoa no lugar e na posição que lhes dizem respeito.

 

(…)

Recorda-te de que a Natureza, sempre divina em seus fundamentos, respeita a lei do equilíbrio e conserva-a sem cessar.

Ainda mesmo quando os homens se mostram desvairados, nos conflitos abertos, a Terra é sempre firme e o Sol fulgura sempre.

Viver de qualquer modo é de todos, mas viver em paz consigo mesmo é serviço de poucos”.

 

Emmanuel / Chico Xavier

 

Mensagem do site O Espiritismo (www.oespiritismo.com.br)