Organização e cooperação

colorful-houses-on-the-bahamas-thumbnail“No espiritismo, a pessoa tem que começar estudando nos grandes livros e também lavando as privadas, trabalhando (…). Se não tivermos coragem de ajudar na limpeza de um banheiro, de uma privada, nós estaremos estudando os grandes livros da nossa doutrina em vão”.

 

Emmanuel (“As vidas de Chico Xavier”, de Marcel Souto Maior)

 

 

                        Cooperar nas tarefas domésticas é uma excelente forma de contribuir para a paz no lar. Uma casa em que todos colaboram com a limpeza e a organização é, sem dúvida, um local agradável de se viver, com menos atritos entre os integrantes do grupo familiar.

 

                        Quando não for possível contribuir diretamente na realização dos afazeres domésticos, não dificultar a tarefa de quem os realiza é uma forma de assistência: utilizar o bom senso, retornando os objetos ao devido lugar e desligando lâmpadas e eletrodomésticos após utilizá-los, por exemplo, é uma maneira eficaz de auxiliar, ainda que minimamente.

 

                        Mesmo quando podemos contratar profissionais para realizar as tarefas domésticas, sempre há uma forma de contribuição ao nosso alcance.

 

                        Importante, também, é que colaboremos sem esperar pelos outros. Façamos a nossa parte, independentemente de sermos auxiliados ou não; afinal, em quaisquer circunstâncias, é pelas nossas ações que somos responsáveis, não pelas atitudes alheias.

                       

***

Série completa “Paz no Lar”

Anúncios