Movimento é a resposta

movimentoTristeza, angústia, preocupações, medo. Há determinados tipos de sofrimento tão intensos que, mesmo não implicando em dor física, parecem ter um efeito entorpecente, letárgico. Tudo o que se quer é ficar parado, inerte, e aguardar o fim da provação.

Certamente há alguns problemas cuja solução independe de nós e nada nos cabe fazer além de esperar. Porém, não devemos confundir espera com inércia.

Observemos o planeta e o universo em que vivemos. Ensina-nos a Ciência que a Terra está em constante movimento e o universo em permanente expansão. Cada um de nós é parte integrante deste mundo. Angústia, tristeza, preocupações, ansiedade constante? O movimento é a resposta. Ele traduz-se em ocupação, trabalho, estudo, renovação física e mental. É pelo movimento que construímos o Bem e melhoramos as nossas vidas e as dos outros.

O movimento da mente é bom para o corpo. O movimento do corpo é bom para a mente. E o movimento do corpo e da mente na construção do que é útil geram o progresso material e espiritual, trazendo saúde e paz a todos os campos do ser.

Esperando que a situação melhore? Experimente a espera produtiva.

Obrigada pela companhia de vocês! Até breve, se Deus quiser,

Euzébia Noleto

Anúncios

Os recursos de que não dispomos

sunset-recursos

Tempo. Saúde. Dinheiro. Liberdade. Para muitos de nós, os recursos que não possuímos constituem um problema e imaginamos como seria a vida se tivéssemos aquilo que nos falta.

Esse ponto nos remete à lembrança da Justiça Divina, segundo a qual cada um de nós tem as condições exatas para crescer nas áreas de nosso ser que mais necessitam de progresso.

À luz da Doutrina Espírita, reflitamos, então, se seria possível que, um dia, em algum ponto da milenar jornada evolutiva em que nos encontramos, tenhamos possuído esses recursos e feito mau uso deles. E se os tivéssemos agora, seriam as nossas vidas realmente diferentes? Será que agiríamos diferentemente? Será que empregaríamos esses recursos no bem?

Confiemos na sabedoria e justiça de Deus, e lembremo-nos de que as experiências de nossas vidas são misericordiosamente providas e feitas sob medida para cada um. Podemos ter certeza de que cada um de nós possui tudo de que realmente precisa no momento, de acordo com a tarefa que lhe cabe realizar na Terra.

Porém, não nos acomodemos: peçamos em oração auxílio, orientação e forças para mudar o que pode ser mudado.

Deixando vocês por hoje com esses pensamentos, desejo a todos uma semana repleta alegria e paz.

A Equipe do blog Espiritismo no Cotidiano

***

Vocês podem acompanhar este blog também pelo Twitter: @alunosdeKardec .

Tolerância, estrada para a paz

flores-diferentes-vivem-juntasHá dois anos falamos sobre tolerância para com os ofensores (“Exercício da Tolerância”). Hoje conversaremos brevemente sobre tolerância com as diferenças.   

 

                        No campo espiritual, de nada adianta utilizarmos a máscara da hipocrisia, sendo simpáticos e gentis no convívio social, e, ao mesmo tempo, sermos implacáveis juízes da conduta alheia em nossos pensamentos. A tolerância verdadeira se manifesta de dentro para fora, ou seja, não criticamos porque não pensamos mal. Se não há tolerância em nosso interior, cedo ou tarde expressaremos nossas idéias reais, por maior que seja nossa polidez, e correremos então o sério risco de faltar com caridade para com nossos semelhantes.

 

                        Somos todos diferentes e essa diferença é um recurso divino para promover o nosso aprendizado na Terra. Se não exercitarmos a tolerância, além de desperdiçarmos a oportunidade de aprender e evoluir, semearemos conflito em terrenos em que se deveria cultivar a amizade.

 

                        Não podemos exigir que as pessoas pensem e ajam à nossa maneira. Coloquemo-nos no lugar dos outros para melhor compreendê-los.

 

                        O cultivo da tolerância traz paz aos relacionamentos, mas não apenas isso: ao aceitarmos a idéia de que devemos permitir que cada um siga o caminho que lhe é próprio, trilhamos a estrada que leva à paz dentro de nós mesmos.

 

                        Tenham todos uma semana abençoada, repleta de harmonia e paz.

 

                        Até breve! Fiquem com Deus!

 

                        A Equipe do blog Espiritismo no Cotidiano

 

***

Você pode acompanhar este blog também pelo Twitter: @alunosdeKardec .