Tu, porém

Mensagem de Emmanuel, psicografada por Chico Xavier.
Do site “Caminhos de Luz“.

“Tu, porém, fala o que convém à sã doutrina.” – Paulo. (TITO, 2:1.)

Desde que não permaneças em temporária inibição do verbo, serás assediado a falar em todas as situações.

Convocar-te-ão a palavra os que desejam ser bons e os deliberadamente maus, os cegos das estradas sombrias e os caminheiros das sendas tortuosas.

Corações perturbados pretenderão arrancar-te expressões perturbadoras.

Caluniadores induzir-te-ão a caluniar.

Mentirosos levar-te-ão a mentir.

Levianos tentarão conduzir-te à leviandade.

Ironistas buscarão localizar-te a alma no falso terreno do sarcasmo.

Compreende-se que procedam assim, porquanto são ignorantes, distraídos da iluminação espiritual. Cegos desditosos sem o saberem, vão de queda em queda, desastre a desastre, criando a desventura de si mesmos.

Tu, porém, que conheces o que eles desconhecem, que cultivas na mente valores espirituais que ainda não cultivam, toma cuidado em usar o verbo, como convém ao Espírito do Cristo que nos rege os destinos. É muito fácil falar aos que nos interpelam, de maneira a satisfazê-los, e não é difícil replicar-lhes como convém aos nossos interesses e conveniências particulares; todavia, dirigirmo-nos aos outros, com a prudência amorosa e com a tolerância educativa, como convém à sã doutrina do Mestre, é tarefa complexa e enobrecedora, que requisita a ciência do bem no coração e o entendimento evangélico nos raciocínios.

Que os ignorantes e os cegos da alma falem desordenadamente, pois não sabem, nem vêem… Tu, porém, acautela-te nas criações verbais, como quem não se esquece das contas naturais a serem acertadas no dia próximo.

Informativo Divulgação Espírita – Junho 2013 – nº. 54

Para cadastrar-se e receber os informativos mensalmente em seu e-mail, clique aqui »

Para ler os informativos anteriores, clique aqui »

ESPIRITUALIDADE NO COTIDIANO

nº. 54 – Junho 2013

Boletim informativo destinado aos leitores registrados no site www.espiritismonocotidiano.com – Divulgação Espírita

Endereço alternativo: https://espiritismonocotidiano.wordpress.com

Estudos Doutrinários Doutrina Espírita CristãCulto Cristão no LarAs Obras Básicas

“Eis a dupla singular:

-Escora que nos descansa:

Servir sem desanimar,

Nunca perder a esperança.

Se sofres, serve e confia,

Não te queixes, nem te irrites.

Espera. A bênção de Deus

É proteção sem limites.”

Meimei

***

“Meditação elevada, culto à prece, leitura superior e conversação edificante constituem adubo precioso nas raízes da vida.”

André Luiz

***

“Os nervos dos outros são iguais aos teus: desequilibram-se facilmente. Discussão sem proveito é desperdício de forças. Não te digas sofrendo esgotamento e fadiga para poder lançar frases tempestuosas e ofensivas: aqueles que se encontram realmente cansados procuram repouso e silêncio. Se te sentes à beira da irritação, estás doente e o doente exige remédio. Barulho verbal apenas complica. Pensa nisso: a tua voz é teu retrato sonoro.”

Emmanuel

***

“És filho de Deus, cujo amor inunda o universo e se encontra presente nas fibras mais íntimas do teu ser.

Por isso, nada te deve atemorizar ou afligir demasiadamente.”

Joanna de Ângelis

Queridos amigos,

No informativo deste mês, Maria Dolores convida-nos, em mensagem psicografada por Chico Xavier, a cultivar a paz e a serenidade em nosso íntimo, esquecendo-nos de todo o mal e mergulhando no serviço que fomos chamados a realizar, em benefício de nós mesmos e dos outros:

SERVE E ESQUECE

Maria Dolores (espírito). Psicografia de Chico Xavier. Do blog “*RELIGARE*

“Coração, ouve!… Se queres
A bênção da paz constante,
Trabalha e segue adiante,
Cumprindo o próprio dever…

Para vencer no caminho
Tristeza, treva e pesar,
Muito mais do que lembrar
A vida roga esquecer.

Esquece as mágoas sofridas,
As horas de céu cinzento,
O azedume, o desalento
E os tempos de provação.

Renova-te, dia-a-dia,
Não pares, contando lutas,
Progresso é o lema que escutas
No mundo em transformação.

Tudo procura a vanguarda,
A flor converte-se em fruto,
Do cascalho rijo e bruto,
Eis o diamante a surgir…

O fio forma o agasalho,
A própria noite se esquece
Na aurora que resplandece
Buscando a luz do porvir.

Da própria queda no erro,
Levanta-te e segue à frente,
Servindo incessantemente,
Tudo podes refazer.

Não te detenhas na angústia,
Ante o mal, prossegue e olvida,
As próprias nódoas da vida
A vida pede esquecer.”

Pensar no Bem é medida de paz interior, de saúde mental. Recordar constantemente acontecimentos menos felizes é algemar-se ao mal por vontade própria. Dominar os pensamentos é algo que somente se aprende praticando. Pensemos no Bem, trabalhando hoje e criando belos planos para o futuro, e isso proverá uma mudança em nossa paisagem mental.

O Apóstolo Paulo, em orientações aos Filipenses, alerta-nos de que, para seguirmos a Jesus, devemos ter os olhos no futuro, e não no passado:

“Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus”. (Filipenses 3:13-14)

Joanna de Ângelis também nos relembra que devemos seguir em frente e planejar o futuro, para que consigamos “desatolar a existência”, deixando tudo o que for desagradável para trás:

“Afirma a sabedoria popular com propriedade: Pedra que rola não cria limo, sugerindo alteração de rota, movimento, realização.
Esforça-te para desconsiderar as ocorrências desagradáveis, perturbadoras.
Planeja o teu presente, estabelece metas para o futuro e põe-te a trabalhar sem desfalecimento, sem autocomiseração, sem amargura.”

Em nosso blog, já escrevemos em algumas ocasiões a respeito da necessidade de seguir em frente, movimentando-nos em direção às nossas vitórias pessoais. Cito como exemplo os textos Movimento é a resposta“, “Reerguer-seeA necessária libertação.

Lembremo-nos sempre da enorme bênção que constitui a nossa presente reencarnação, e não nos esqueçamos da enorme responsabilidade que temos de aproveitar essa oportunidade ao máximo em prol do nosso próprio bem. Não desperdicemos tempo e energia dando importância ao mal, em especial a acontecimentos desagradáveis do passado, pois isso é o mesmo que desperdiçar vida.

Por fim, André Luiz nos concede uma receita simples e eficiente para não mais olharmos para trás:

“Largue qualquer sombra do passado ao chão do tempo, qual a árvore que lança de si as folhas mortas.”

largue-as-sombras

Que Deus abençoe grandemente a todos vocês e a suas famílias.

Paz e luz!

Abraços fraternos,

A Equipe do blog Espiritismo no Cotidiano

Acesso rápido:

Twitter do blog | Facebook do blog | Artigo desta SemanaEstudos Doutrinários |

Vídeos | Áudio | Papéis de Parede | Fale Conosco | Blog Meditando |

***

Boletim mensal Espiritualidade no Cotidiano

Ano V – Número 54 – JUNHO 2013

Espiritualidade no Cotidiano é uma publicação mensal destinada aos leitores registrados no site www.espiritismonocotidiano.com.

Agradecemos sua visita ao site. Paz e luz!