Reenvio do Informativo Divulgação Espírita – Maio 2014 – nº 65

Queridos amigos,

Devido a alguma falha técnica de motivo desconhecido, nosso mais recente informativo não foi enviado aos leitores. Por essa razão, ele será publicado novamente para verificarmos a situação dos envios.

Segue abaixo a republicação do nosso Informativo Divulgação Espírita nº 65, referente ao mês de Maio de 2014.

Paz e luz,

Euzébia Noleto

***

Para cadastrar-se e receber os informativos mensalmente em seu e-mail, clique aqui »

Para ler os informativos anteriores, clique aqui »

mailingedad

ESPIRITUALIDADE NO COTIDIANO

nº. 65 – Maio 2014

Boletim informativo destinado aos leitores registrados no site www.euzebianoleto.com.br – Divulgação Espírita

Endereço alternativo: http://euzebia.wordpress.com

Estudos Doutrinários Doutrina Espírita CristãCulto Cristão no LarAs Obras Básicas

“Caridade, onde estiveres
lenindo as dores de alguém,
onde sirvas, onde fales,
Jesus estará também”

Auta de Souza

***

“A coragem das opiniões próprias sempre foi tida em grande estima entre os homens, porque há mérito em afrontar os perigos, as perseguições, as contradições e até os simples sarcasmos, aos quais se expõe, quase sempre, aquele que não teme proclamar abertamente idéias que não são as de toda gente. Aqui, como em tudo, o merecimento é proporcionado às circunstâncias e à importância do resultado. Há sempre fraqueza em recuar alguém diante das conseqüências que lhe acarreta a sua opinião e em renegá-la; mas, há casos em que isso constitui covardia tão grande, quanto fugir no momento do combate.

Jesus profliga essa covardia, do ponto de vista especial da sua doutrina, dizendo que, se alguém se envergonhar de suas palavras, desse também ele se envergonhará; que renegará aquele que o haja renegado; que reconhecerá, perante o Pai que está nos céus, aquele que o confessar diante dos homens. Por outras palavras: aqueles que se houverem arreceado de se confessarem discípulos da verdade não são dignos de se verem admitidos no reino da verdade. Perderão as vantagens da fé que alimentem, porque se trata de uma fé egoísta que eles guardam para si, ocultando-a para que não lhes traga prejuízo neste mundo, ao passo que aqueles que, pondo a verdade acima de seus interesses materiais, a proclamam abertamente, trabalham pelo seu próprio futuro e pelo dos outros.

16. Assim será com os adeptos do Espiritismo. Pois que a doutrina que professam mais não é do que o desenvolvimento e a aplicação da do Evangelho, também a eles se dirigem as palavras do Cristo. Eles semeiam na Terra o que colherão na vida espiritual. Colherão lá os frutos da sua coragem ou da sua fraqueza. “

Allan Kardec

***

“Trabalho é a maior concessão de Deus no tempo, o grande renovador de tudo.

 

 

 

 

 

 

Não há névoa que lhe resista à luz, nem chaga que lhe escape ao consolo.

Com ele olvidamos nossos pesares, encontramos os pesares alheios que nos solicitam concurso fraterno.

 

É por ele que adquirimos o verdadeiro senso das proporções, de vez que nos ensina a sanar as dores maiores do que as nossas.”

André Luiz

***

“Não transfira (…) para os outros, a responsabilidade do que lhe sucede de errado ou desagradável.

 

 

 

 

Você é filho de Deus, e, como afirmou Jesus, nenhuma das criaturas que o Pai Lhe confiou Ele deixaria perder-se.

 

Acalme-se e avance com a luz da consciência tranquila, sem intentar fazer da sua claridade uma chama pronta a arder em volta, provocando devastação.”

Marco Prisco

***

“És filho de Deus, cujo amor inunda o universo e se encontra presente nas fibras mais íntimas do teu ser.

Por isso, nada te deve atemorizar ou afligir demasiadamente.”

Joanna de Ângelis

Queridos amigos,

Muito obrigada por sua paciência e compreensão. Aos poucos colocaremos em dia o envio de nossos informativos.

A mensagem sobre a qual refletiremos juntos hoje é pequena, porém portadora de sabedoria valiosa sobre a paz interior.

A paz interior é uma conquista, um exercício diário de não admitir que influências negativas alterem a serenidade que nos esforçamos por manter. Mais difícil na prática do que na teoria, sem dúvida; porém, como nos esclarece Joanna de Ângelis na mensagem a seguir, o mundo vive tempos de insensatez, ira e maldade desenfreadas, mas nem por isso nos permitiremos um mergulho no lodaçal, apenas por estar “em voga”.

PAZ INTERIOR

Joanna de Ângelis. Psicografia de Divaldo Franco. Do site O Espiritismo.

Reserva-te o direito de permanecer indiferente às provocações de qualquer natureza.

Numa época de insensatez como esta, o mal anda em liberdade, seduzindo os incautos.

Aqui, é a ira dos outros que te agride.

Ali, está o sexo sem freio que te sensibiliza.

Acolá, eis a ambição que te desperta o interesse.

Próximo se encontra o vício, enredando vítimas.

Em torno de ti, a diversão perturbadora campeia.

Por toda parte, a vitória do crime e da dissolução dos costumes multiplica os seus tentáculos qual polvo cruel e dominador.

Olha essas facilidades como sendo a estrada de espinhos venenosos que a grama verde e agradável esconde no chão, e não te permitas pôr-lhe os pés, evitando-te os acidentes de efeitos danosos.

 

 

 

Lutemos contra tudo o que atenta à nossa paz interior e, em termos de comportamento nos dias atuais, onde tudo parece ser permitido, lembremo-nos do que ensina o Apóstolo Paulo: “Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm; todas são lícitas, mas nem todas edificam”.

Que Deus abençoe grandemente a todos vocês e a suas famílias, com muita saúde e alegria.

Paz e luz!

Abraços fraternos,

A Equipe do blog Espiritismo no Cotidiano

Acesso rápido:

Twitter do blog | Facebook do blog | Artigo desta SemanaEstudos Doutrinários |

Vídeos | Áudio | Papéis de Parede | Fale Conosco | Blog Meditando |

***

Boletim mensal Espiritualidade no Cotidiano

Ano VI – Número 65 – MAIO 2014

Espiritualidade no Cotidiano é uma publicação mensal destinada aos leitores registrados no site www.euzebianoleto.com.br.

Agradecemos sua visita ao site. Paz e luz!

Informativo Divulgação Espírita – Maio 2014 – nº. 65

Para cadastrar-se e receber os informativos mensalmente em seu e-mail, clique aqui »

Para ler os informativos anteriores, clique aqui »

mailingedad

ESPIRITUALIDADE NO COTIDIANO

nº. 65 – Maio 2014

Boletim informativo destinado aos leitores registrados no site www.espiritismonocotidiano.com – Divulgação Espírita

Endereço alternativo: https://espiritismonocotidiano.wordpress.com

Estudos Doutrinários Doutrina Espírita CristãCulto Cristão no LarAs Obras Básicas

“Caridade, onde estiveres
lenindo as dores de alguém,
onde sirvas, onde fales,
Jesus estará também”

Auta de Souza

***

“A coragem das opiniões próprias sempre foi tida em grande estima entre os homens, porque há mérito em afrontar os perigos, as perseguições, as contradições e até os simples sarcasmos, aos quais se expõe, quase sempre, aquele que não teme proclamar abertamente idéias que não são as de toda gente. Aqui, como em tudo, o merecimento é proporcionado às circunstâncias e à importância do resultado. Há sempre fraqueza em recuar alguém diante das conseqüências que lhe acarreta a sua opinião e em renegá-la; mas, há casos em que isso constitui covardia tão grande, quanto fugir no momento do combate.

Jesus profliga essa covardia, do ponto de vista especial da sua doutrina, dizendo que, se alguém se envergonhar de suas palavras, desse também ele se envergonhará; que renegará aquele que o haja renegado; que reconhecerá, perante o Pai que está nos céus, aquele que o confessar diante dos homens. Por outras palavras: aqueles que se houverem arreceado de se confessarem discípulos da verdade não são dignos de se verem admitidos no reino da verdade. Perderão as vantagens da fé que alimentem, porque se trata de uma fé egoísta que eles guardam para si, ocultando-a para que não lhes traga prejuízo neste mundo, ao passo que aqueles que, pondo a verdade acima de seus interesses materiais, a proclamam abertamente, trabalham pelo seu próprio futuro e pelo dos outros.

16. Assim será com os adeptos do Espiritismo. Pois que a doutrina que professam mais não é do que o desenvolvimento e a aplicação da do Evangelho, também a eles se dirigem as palavras do Cristo. Eles semeiam na Terra o que colherão na vida espiritual. Colherão lá os frutos da sua coragem ou da sua fraqueza. “

Allan Kardec

***

“Trabalho é a maior concessão de Deus no tempo, o grande renovador de tudo.

Não há névoa que lhe resista à luz, nem chaga que lhe escape ao consolo.

Com ele olvidamos nossos pesares, encontramos os pesares alheios que nos solicitam concurso fraterno.

É por ele que adquirimos o verdadeiro senso das proporções, de vez que nos ensina a sanar as dores maiores do que as nossas.”

André Luiz

***

“Não transfira (…) para os outros, a responsabilidade do que lhe sucede de errado ou desagradável.

Você é filho de Deus, e, como afirmou Jesus, nenhuma das criaturas que o Pai Lhe confiou Ele deixaria perder-se.

Acalme-se e avance com a luz da consciência tranquila, sem intentar fazer da sua claridade uma chama pronta a arder em volta, provocando devastação.”

Marco Prisco

***

“És filho de Deus, cujo amor inunda o universo e se encontra presente nas fibras mais íntimas do teu ser.

Por isso, nada te deve atemorizar ou afligir demasiadamente.”

Joanna de Ângelis

Queridos amigos,

Muito obrigada por sua paciência e compreensão. Aos poucos colocaremos em dia o envio de nossos informativos.

A mensagem sobre a qual refletiremos juntos hoje é pequena, porém portadora de sabedoria valiosa sobre a paz interior.

A paz interior é uma conquista, um exercício diário de não admitir que influências negativas alterem a serenidade que nos esforçamos por manter. Mais difícil na prática do que na teoria, sem dúvida; porém, como nos esclarece Joanna de Ângelis na mensagem a seguir, o mundo vive tempos de insensatez, ira e maldade desenfreadas, mas nem por isso nos permitiremos um mergulho no lodaçal, apenas por estar “em voga”.

PAZ INTERIOR

Joanna de Ângelis. Psicografia de Divaldo Franco. Do site O Espiritismo.

Reserva-te o direito de permanecer indiferente às provocações de qualquer natureza.

Numa época de insensatez como esta, o mal anda em liberdade, seduzindo os incautos.

Aqui, é a ira dos outros que te agride.

Ali, está o sexo sem freio que te sensibiliza.

Acolá, eis a ambição que te desperta o interesse.

Próximo se encontra o vício, enredando vítimas.

Em torno de ti, a diversão perturbadora campeia.

Por toda parte, a vitória do crime e da dissolução dos costumes multiplica os seus tentáculos qual polvo cruel e dominador.

Olha essas facilidades como sendo a estrada de espinhos venenosos que a grama verde e agradável esconde no chão, e não te permitas pôr-lhe os pés, evitando-te os acidentes de efeitos danosos.

Lutemos contra tudo o que atenta à nossa paz interior e, em termos de comportamento nos dias atuais, onde tudo parece ser permitido, lembremo-nos do que ensina o Apóstolo Paulo: “Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm; todas são lícitas, mas nem todas edificam”.

Que Deus abençoe grandemente a todos vocês e a suas famílias, com muita saúde e alegria.

Paz e luz!

Abraços fraternos,

A Equipe do blog Espiritismo no Cotidiano

Acesso rápido:

Twitter do blog | Facebook do blog | Artigo desta SemanaEstudos Doutrinários |

Vídeos | Áudio | Papéis de Parede | Fale Conosco | Blog Meditando |

***

Boletim mensal Espiritualidade no Cotidiano

Ano VI – Número 65 – MAIO 2014

Espiritualidade no Cotidiano é uma publicação mensal destinada aos leitores registrados no site www.espiritismonocotidiano.com.

Agradecemos sua visita ao site. Paz e luz!

A tentação do repouso

Meimei. Psicografia de Chico Xavier. Do site “O Espiritismo

Num campo de lavoura, grande quantidade de vermes desejava destruir um velho arado de madeira, muito trabalhador, que lhes perturbava os planos e, em razão disso, certa ocasião se reuniram ao redor dele e começaram a dizer:

– Por que não cuidas de ti? Estás doente e cansado…

– Afinal, todos nós precisamos de algum repouso…

– Liberta-te do jugo terrível do lavrador!

– Pobre máquina! A quantos martírios te submetes!…

O arado escutou… escutou… e acabou acreditando.

Ele, que era tão corajoso, que nem sentia o mais leve incômodo nas mais duras obrigações, começou a queixar-se do frio da chuva, do calor do Sol, da aspereza das pedras e da umidade do chão.

Tanto clamou e chorou, implorando descanso, que o antigo companheiro concedeu-lhe alguns dias de folga, a um canto do milharal.

Quando os vermes o viram parado, aproximaram-se em massa, atacando-o sem compaixão.

Em poucos dias, apodreceram-no, crivando-o de manchas, de feridas e de buracos.

O arado gemia e suspirava pelo socorro do lavrador, sonhando com o regresso às tarefas alegres e iluminadas do campo …

Mas, era tarde.

Quando o prestimoso amigo voltou para utilizá-lo, era simplesmente um traste inútil.

A história do arado é um aviso para nós todos.

A tentação do repouso é das mais perigosas, porque, depois da ignorância, a preguiça é a fonte escura de todos os males.

Jamais olvidemos que o trabalho é o dom divino que Deus nos confiou para a defesa de nossa alegria e para a conservação de nossa própria saúde.

Bem de Deus

bem-de-deus-dsc02982

Fonte da mensagem: Blog “De Gabi para você”

Teus pensamentos são como sementes que vais depositando no solo da vida. Produzirão sempre de acordo com a qualidade que lhes seja peculiar.

Não ocorre nenhuma alteração, porque a correspondência é perfeita entre a causa e o efeito.

Conforme aneles e projetes os teus pensamentos, a vida te devolverá em forma de acontecimentos, sensações e emoções.

Os positivos e estimulantes enriquecem-te e se manifestam em todos os setores existenciais.

Os negativos e deprimentes entorpecem-te o animo e tornam-te amargo, nervoso, interferindo no teu comportamento.

Libera-te dos pensamentos doentios e perniciosos que acalentavas no passado, quando até a pouco.

Deixa-te livre, preparando a terra generosa dos sentimentos, para que os otimistas, os ativos expressem o perfeito bem de Deus.

Mantem os que revelam amor e te sentiras envolvida por incessantes ondas de ternura e de afeto.

Conserva os que são de paz e toda a harmonia da vida ressoara no teu intimo.

Preserva os que objetivam a saúde e te sentiras forte, pleno, mesmo que, vez por outra, alguma debilidade se te apresente, não afetando ao conjunto.

Pensa em prosperidade, abundância, mas não só de valores materiais, e , sim dos demais bens de Deus, que são essenciais à vida para sempre.

Pensa, e viverás consoante a onda emitida.

Joanna de Ângelis. Psicografia de Divaldo Franco.

Serenidade sempre

Fonte da mensagem: Página “Amigos de Chico Xavier” no Facebook

Todo homem sábio é sereno.

A serenidade é conquista que se consegue com esforço pessoal e passo a passo.
Pequenos desafios que são superados; irritação que se faz controlada; desafios emocionais corrigidos; vontade bem direcionada; ambição freada, são experiências para a aquisição da serenidade.
Um Espírito sereno já se encontrou consigo próprio, sabendo exatamente o que deseja da vida.
A serenidade harmoniza, exteriorizando-se de forma agradável para os circunstantes. Inspira confiança, acalma e propõe afeição.
O homem sereno já venceu grande parte da luta.
Que nenhuma agressão exterior te perturbe, levando-te à irritação, ao desequilíbrio.
Mantém-te sereno em todas as realizações.
A tua paz é moeda arduamente conquistada, que não deves atirar fora por motivos irrelevantes.
Os tesouros reais, de alto valor, são aqueles de ordem íntima, que ninguém toma, jamais se perdem e sempre seguem com a pessoa.
Tua serenidade, tua gema preciosa.
Diante de quem te enganou, traindo a tua confiança, o teu ideal, ou envolvendo-te em malquerença, mantém-te sereno.
O enganador é quem deve estar inquieto, e não a sua vítima.
Nunca te permitas demonstrar que foste atingido pelo petardo da maldade alheia. No teu círculo familiar ou social sempre defrontarás com pessoas perturbadoras, confusas e agressivas.
Não te desgastes com elas, competindo nas faixas de desequilíbrio em que se fixam.Constituem teste à tua paciência e serenidade. Assim exercita-te com essas situações para, mais seguro, enfrentares os grandes testemunhos e provações do processo evolutivo, sempre, porém, com serenidade.

Joanna de Ângelis. Psicografia de Divaldo Franco.

Serve mais

serve-mais-dsc02881

Fonte da mensagem: Página “Pensamentos de Joanna de Ângelis” no Facebook

Sentes a angústia na alma como um parasito inútil encravado em venerando carvalho a sugar-lhe a vitalidade.

Procuras libertação do vampirismo pertinaz, presa que te encontras do assédio demorado.

Trabalha e serve mais.

O trabalho em favor dos outros, em serviço ativo, converte-se em alimento de paz mantenedor da vida.

*

Constatas a fragilidade das próprias forças ao impacto rude de mil dilacerações. Distendes braços à cata de socorro e te debates sem amparo.

Trabalha e serve mais.

O serviço dirigido ao bem alheio, como trabalho digno, se transforma em ancoradouro seguro para o coração desarvorado.

Examinas os quadros diários a se sucederem imprevisíveis e verificas quão pouco te fascinam as cores da vida.

Recebes o desalento que fala na intimidade da alma e deixas que ele consuma as vibrações de alento de que necessitas.

Trabalha e serve mais.

Trabalho é vida, e serviço aplicado à edificação é viga mestra da felicidade.

*

Onde estejas, defrontarás a adversidade e a dor marchando vitoriosas sobre vítimas e escombros…

Trabalha e serve mais.

O serviço alçado à categoria de dever cristão e o trabalho elevado à condição humanitária se transformam em moedas de luz para a aquisição de todas as utilidades reais da caminhada evolutiva.

Modifica as percepções negativas que entenebrecem a tua alma, e procura penetrar racionalmente os problemas da vida.

Descobrirás fontes abençoadas onde apenas vês lamaçal, se intentares remover o lodo que dificulta a jornada da água pura.

Encontrarás fertilidade onde se demora o excremento, se revolveres o solo, facultando a manifestação da vida.

Surgirá a alegria onde permanece o tédio e a tristeza reside, se acenderes a lâmpada do júbilo pessoal, propiciando a propagação da esperança para a felicidade geral.

Trabalha e serve, pois, infatigavelmente.

Além, da nuvem escura brilha o sol.

Além das tormentas reina a paz nas camadas mais altas do Orbe.

Para quem se afeiçoa ao trabalho renovador e edificante, em forma de serviço salutar, há sempre luz e alegria, embora tudo esteja sombrio em redor, prenunciando borrasca…

Aprende a transformar as dificuldades que se acumulam em teus dias, em oportunidades de trabalho e serviço.

E tem em mente Jesus Cristo, o Salvador Incansável, que, honrando as horas que se diluíam, no momento do testemunho, não chamou somente o ladrão ao trabalho renovador, como a todos os que se agregavam junto à Cruz, ensinando, sem palavras, que o serviço na Terra é portal de felicidade para o reino dos Céus.

Joanna de Ângelis. Psicografia de Divaldo Franco. Da obra “Messe de Amor”.

Aniversário de 87 anos de Divaldo Pereira Franco

aniversario-divaldo-franco-mansao-do-caminho

Parabéns, Divaldo! Que Jesus siga iluminando a sua obra de esclarecimento e caridade! Muita saúde, paz e alegria!

Fotos do evento na Mansão do Caminho: link do Facebook da Mansão do Caminho »

Homenagem aos 87 anos de Divaldo Franco (fonte: youtube da Intelítera Editora »):