Independência Espírita

Albino Teixeira. Psicografia de Chico Xavier. Mensagem do site “Caminhos de Luz“.

O espírita, em verdade, pode e deve:

Estimular as boas obras, mas saber com que meios;

Ler de tudo, mas saber para que;

Andar em qualquer parte, mas saber para onde;

Cooperar no bem de todos, mas saber com quem convive;

Prosperar, mas saber de que modo;

Guardar a fé, mas saber porquê;

Agir quanto deseje, mas saber o que faz;

Falar o que queira, mas saber o que faz;

Lutar corajosamente, mas saber com que fim;

Elevar-se, mas saber como;

O espírita pensa livremente, mas precisa discernir.

Anúncios

Admiração e inveja

fred-admiracao-20140527_123306

Por Ermance Dufaux. Do site Caminhos de Luz.

Admirar os valores e as conquistas alheias é um feliz ato de solidariedade e altruísmo.

Nesse tema, quando você for tomado pela inveja, não se assuste nem se entristeça.

Eis sua grande ocasião de mergulhar no desconhecido mundo de si mesmo e descobrir quais as razões que o levam a se sentir inferiorizado ou insatisfeito ante o êxito dos outros.

Penetre em sua intimidade e pacifique-se.

Você aprenderá com o tempo a sua auto admiração, pela gloriosa descoberta de seus dons Divinos; então compreenderá que se encantar com os sucessos alheios será sempre um estímulo para melhor perceber suas próprias riquezas ainda desconhecidas.