Ingredientes do êxito

cropped-urucum-flower-header.jpg

“Cada conquista é serviço de cada um.
Deus não tem prerrogativas ou exceções.
Toda glória tem preço.
É a lei do mérito, da qual ninguém escapa.”

Emmanuel

“Todos estamos fadados à felicidade, à perfeição.


O caminho a percorrer é longo, às vezes assinalado pela urze ou entulhado pelos calhaus.

Todavia, o roteiro é igual para todos, porque ninguém existe que seja considerado como exceção.

Aqueles que encontram menos dificuldades, fazem jus às circunstâncias, em razão do seu comportamento em reencarnações passadas.

Os mais atribulados, da mesma forma, procedem dos seus atos infelizes.

Desse modo, ganha a distância evolutiva, passo a passo, e alegra-te com o destino feliz que te aguarda e que alcançarás.”

Joanna de Ângelis

Queridos amigos,

Não há dúvidas de que inexistem privilégios nas leis divinas. Assim sendo, aqueles que hoje colhem felicidade é porque a plantaram anteriormente.

A felicidade e o sucesso, pela misericórdia de Deus, estão ao alcance de todos. Por mais que tenha errado, caso alguém se decida a mudar, a transformar-se, pode começar agora a ser melhor, construindo a estrada para conquistas no futuro.

“Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.”

Chico Xavier

Em vez de lamentar-se ou de invejar aqueles a quem julga felizes, quem deseja melhorar a própria vida pode – e deve – começar a agir imediatamente para obter o próprio sucesso, construir o próprio caminho de realizações.

As oportunidades existem para todos.

Que vocês e suas família desfrutem de uma semana de muita saúde, paz, alegria e produtividade.

Paz e luz!

Abraços fraternos,

A Equipe do blog Espiritismo no Cotidiano

INGREDIENTES DO ÊXITO


feliz-2013-dsc0602911O êxito espera por você, tanto quanto, vem exaltando quantos lhe alcançaram as diretrizes.

Largue qualquer sombra do passado ao chão do tempo, qual a árvore que lança de si as folhas mortas.

Não se detenha, diante da oportunidade de servir.

Mobilize o pensamento para criar vida nova.

Melhore os próprios conhecimentos, estudando sempre.

Saliente qualidades e esqueça defeitos.

Desenvolva os seus recursos de simpatia e evite qualquer impulso de agressão.

Se você pode ajudar, em auxílio de alguém, faça isso agora.

Enriqueça o seu vocabulário com boas palavras.

Aprendendo a escutar, você saberá compreender.

A melhor maneira de extinguir o mal será substituí-lo com o bem.

Destaque os outros e os outros destacarão você.

Viva o presente, agindo e servindo com fé e alegria, sem afligir-se pelo futuro, porque, para viver amanhã, você precisará viver hoje.

Habitue-se a sorrir.

Recorde que desalento nunca auxiliou a ninguém.

Não permita que a dificuldade lhe abra porta ao desânimo porque a dificuldade é o meio de que a vida se vale para melhorar-nos em habilitação e resistência.

Ampare-se amparando os outros.

Censura é uma fórmula das mais eficientes para complicar-se.

Abençoe a vida e todos os recursos da vida onde você estiver.

Nunca desconsidere o valor da sua dose de solidão, a fim de aproveitá-la em meditação e re-ajuste das próprias forças.

Observe: todo tempo é tempo de Deus para restaurar e corrigir, começar e recomeçar.

André Luiz. Psicografia de Chico Xavier.
Do lindo site “Mensagem Espírita do Dia .

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Anúncios

A pena de morte não resguarda a sociedade contra o criminoso, por Jorge Hessen

“A Pena de Morte não livra a sociedade da ação maléfica do criminoso condenado. Matá-los não resolve: eles não morrem. Eliminar o corpo físico não significa transformar as tendências do homem criminoso. Seus corpos descerão à sepultura, mas, eles, Espíritos imortais, surgirão vivos e ativos, pesando, negativamente, no ar que respiramos. O que equivale a afirmar que o criminoso executado ganha o benefício da invisibilidade e passa a assediar pessoas com tendência à criminalidade, ampliando-a, causam estragos no psiquismo humano, na medida em que as pessoas se mostrem vulneráveis, psiquicamente, à sua influência.

Em face disso, o Espírito Humberto de Campos, elucida em Cartas e Crônicas: ‘um assassinado, quando não possui energia suficiente para desculpar a ofensa e esquecê-la, habitualmente, passa a gravitar em torno daquele que lhe arrancou a vida, criando os fenômenos comuns da obsessão; e as vítimas da forca ou do fuzilamento, do machado ou da cadeira elétrica, se não se constituem padrões de heroísmo e renunciação, de imediato, além-túmulo, vampirizam o organismo social que lhes impôs o afastamento do veículo físico, transformando-se em quistos vivos de fermentação da discórdia e da indisciplina’.”

Clique aqui para ler na íntegra o interessantíssimo artigo de Jorge Hessen intitulado “A pena de morte não resguarda a sociedade contra o criminoso” (site “A Luz na Mente”)  »

Página espírita no Facebook – Este blog no Twitter (@alunosdeKardec) 

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Agressividade, por Divaldo Franco (vídeo)

aprendendo-com-divaldo

Queridos amigos,

A agressividade é uma doença? Qual a sua origem? A agressividade produz doenças? A seguinte palestra de Divaldo Franco esclarece a respeito de ódio oculto e silencioso, inveja, frustração, a relação entre sarcasmo e psicopatia, fúria, a intoxicação causada pela agressividade que culmina na autodestruição e diversos outros temas extremamente relevantes nos dias atuais.

Que esta seja uma semana de muita saúde, paz, alegria e harmonia a vocês e suas famílias!

Paz e luz a todos!

Abraços fraternos,

A Equipe do blog Espiritismo no Cotidiano

Todas as palestras da série especial “Aprendendo com Divaldo” »

[blog_subscription_form

O Tempo

Queridos amigos,

Quantos de nós, em início de ano, fazem inúmeras resoluções, que, pouco depois, são abandonadas?

Há diversas justificativas para esse abandono, sendo a mais comum falta de tempo. Enquanto isso, observamos pessoas extremamente ocupadas que vivem a realizar novos projetos. Isso nos leva a pensar se seria a falta de tempo o real motivo de não perseguirmos nossas metas – ou desorganização, desleixo e indisciplina?

Emmanuel nos relembra, na mensagem abaixo, a respeito da preciosidade do tempo. Reflitamos, então, sobre esse tema, para tornarmos os nossos dias repletos de produtividade.

Tenham uma abençoada semana!

Paz e luz,

A Equipe do blog Espiritismo no Cotidiano

O TEMPO

Emmanuel. Psicografia de Chico Xavier e Waldo Vieira. Da obra”Caminho, Verdade e Vida”.

Do site do Instituto André Luiz

“Aquele que faz caso do dia, para o Senhor o faz.” — Paulo. (ROMANOS, capítulo 14, versículo 6.)

o tempo rosa roseA maioria dos homens não percebe ainda os valores infinitos do tempo.

Existem efetivamente os que abusam dessa concessão divina. Julgam que a riqueza dos benefícios lhes é devida por Deus.

Seria justo, entretanto, interrogá-los quanto ao motivo de semelhante presunção.

Constituindo a Criação Universal patrimônio comum, é razoável que todos gozem as possibilidades da vida; contudo, de modo geral, a criatura não medita na harmonia das circunstâncias que se ajustam na Terra, em favor de seu aperfeiçoamento espiritual.

É lógico que todo homem conte com o tempo, mas, se esse tempo estiver sem luz, sem equilíbrio, sem saúde, sem trabalho?

Não obstante a oportunidade da indagação, importa considerar que muito raros são aqueles que valorizam o dia, multiplicando-se em toda parte as fileiras dos que procuram aniquilá-lo de qualquer forma.

A velha expressão popular “matar o tempo” reflete a inconsciência vulgar, nesse sentido.

Nos mais obscuros recantos da Terra, há criaturas exterminando possibilidades sagradas. No entanto, um dia de paz, harmonia e iluminação, é muito importante para o concurso humano, na execução das leis divinas.

Os interesses imediatistas do mundo clamam que o “tempo é dinheiro”, para, em seguida, recomeçarem todas as obras incompletas na esteira das reencarnações… Os homens, por isso mesmo, fazem e desfazem, constroem e destroem, aprendem levianamente e recapitulam com dificuldade, na conquista da experiência.

Em quase todos os setores de evolução terrestre, vemos o abuso da oportunidade complicando os caminhos da vida; entretanto, desde muitos séculos, o apóstolo nos afirma que o tempo deve ser do Senhor.

Convite: Prece das 18 horas – ore conosco!

jesus-e-vida-abundante-wallpaper papel de paredeQueridos amigos,

Aos domingos, em nossa casa, fazemos o Culto Cristão no Lar. Nos demais dias da semana, às 18h (horário de Brasília) fazemos uma prece mais rápida, acompanhada de uma leitura, também breve.

Convidamos vocês para orar conosco! Durante o horário de verão, a prece é realizada às 19h. Imaginem a força de uma corrente de oração feita por muitos em um mesmo horário, com os mesmos pensamentos elevados, em apenas cinco minutos.

Aqui está um exemplo da nossa prece (essa foi a que fizemos hoje). Mas não existe fórmula para orar; o que importa é a sinceridade de cada um em seus propósitos no momento da oração. É recomendável colocar à mesa uma jarra com água para ser fluidificada.

“Porque onde estiverem duas ou mais pessoas reunidas em meu nome, aí estarei entre elas.”

Jesus

Paz e luz!

Abraços fraternos,

A Equipe do blog Espiritismo no Cotidiano

P.S: Se você recebeu esta mensagem por e-mail, clique aqui para ouvir a prece.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Informativo Divulgação Espírita – Espiritismo no Cotidiano – Janeiro 2015 – nº.73

Para cadastrar-se e receber os informativos mensalmente em seu e-mail, clique aqui »

Para ler os informativos anteriores, clique aqui »

mailing enc

ESPIRITISMO NO COTIDIANO

nº. 73 – Janeiro 2015

Boletim informativo destinado aos leitores registrados no site www.espiritismonocotidiano.com 

Endereço alternativo: https://espiritismonocotidiano.wordpress.com

Estudos Doutrinários Doutrina Espírita CristãCulto Cristão no LarAs Obras Básicas

“Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito.”

Jesus

***

“Seja leal, mas fuja à franqueza descaridosa. A pretexto de ser realista, não pretenda ser mais verdadeiro que Deus, somente de cuja Autoridade Amorosa recebemos as revelações e trabalhos de cada dia.”

André Luiz

***

“Enquanto a fé te ampara e abençoa a alegria,
Lutes, de estrada a estrada, muito embora,
Encontras tanta gente arrasada de angústia,
Tanta gente que chora!…

Enumera as vantagens que desfrutas
E escuta, alma querida, o convite de alguém
È o Cristo que aguarda o concurso fraterno
Para estender no Mundo a construção do Bem.”

Maria Dolores

***

“És filho de Deus, cujo amor inunda o universo e se encontra presente nas fibras mais íntimas do teu ser.

Por isso, nada te deve atemorizar ou afligir demasiadamente.”

Joanna de Ângelis

Queridos amigos,

É com imensa satisfação e muitíssima alegria que inicio mais um ano em companhia de vocês, promovendo a nossa conversação mensal a respeito de temas que nos levam à reflexão de como podemos aplicar os preceitos da Doutrina Espírita Cristã em nosso cotidiano e consequente reforma íntima.

A mensagem a seguir, de autoria de Emmanuel, é sublime em sua simplicidade e objetividade: ao inventarmos as mais diversas desculpas para nossas falhas, ingressamos em perniciosa procrastinação de nosso adiantamento moral, esquecendo-nos de que o código de conduta que devemos seguir é simples, claro e está à nossa disposição há mais de dois mil anos.

Passemos, então, à leitura:

A GRANDE PERGUNTA

Emmanuel. Psicografia de Chico Xavier. Da obra “Caminho, Verdade e Vida”. Do site Portal do Espírito.

E por que me chamais Senhor,
Senhor, e não fazeis o que eu digo?
– Jesus. (LUCAS, 6:46)

Em lamentável indiferença, muitas pessoas esperam pela morte do corpo, a fim de ouvirem as sublimes palavras do Cristo.

Não se compreende, porém, o motivo de semelhante propósito. O Mestre permanece vivo em seu Evangelho de Amor e Luz.

É desnecessário aguardar ocasiões solenes para que lhe ouçamos os ensinamentos sublimes e claros.

Muitos aprendizes aproximam-se do trabalho santo, mas desejam revelações diretas. Teriam mais fé, asseguram displicentes, se ouvissem o Senhor, de modo pessoal, em suas manifestações divinas. Acreditam-se merecedores de dádivas celestes e acabam considerando que o serviço do Evangelho é grande em demasia para o esforço humano e põem-se à espera de milagres imprevistos, sem perceberem que a preguiça sutilmente se lhes mistura à vaidade, anulando-lhes as forças.

Tais companheiros não sabem ouvir o Mestre Divino em seu verbo imortal. Ignoram que o serviço deles é aquele a que foram chamados, por mais humildes lhes pareçam as atividades a que se ajustam.

Na qualidade de político ou de varredor, num palácio ou numa choupana, o homem da Terra pode fazer o que lhe ensinou Jesus.

É por isso que a oportuna pergunta do Senhor deveria gravar-se de maneira indelével em todos os templos, para que os discípulos, em lhe pronunciando o nome, nunca se esqueçam de atender, sinceramente, às recomendações do seu verbo sublime.

Esperando sinceramente que este informativo tenha proporcionado momentos de reflexão útil para o nosso aperfeiçoamento, desejo a vocês e a suas famílias muita saúde, muita paz, muita alegria e muita harmonia e um Ano Novo repleto de bênçãos.

Paz e luz!

Abraços fraternos,

A Equipe do blog Espiritismo no Cotidiano

Acesso rápido:

Twitter do blog | Facebook do blog | Artigo desta SemanaEstudos Doutrinários |

Vídeos | Áudio |  Fale Conosco |

***

Boletim mensal Espiritismo no Cotidiano

Ano VII – Número 73 – Janeiro 2015

Espiritismo no Cotidiano é uma publicação mensal destinada aos leitores registrados no site www.espiritismonocotidiano.com.

Agradecemos sua visita ao site. Paz e luz!