Posições de destaque

posicoes de destaque cristaos 16768209356_f04569ccab_z

“Não assaltes os lugares de evidência por onde passares. E, quando te detiveres com os nossos irmãos em alguma parte, não os ofusques com a exposição de quanto já tenhas conquistado nos domínios do amor e da sabedoria. Se te encontras decidido a cooperar pelo bem dos outros, apaga-te, de algum modo, a fim de que o próximo te possa compreender. Impondo normas ou exibindo poder, nada conseguirás senão estabelecer mais fortes perturbações.”

Emmanuel. Psicografia de Chico Xavier. Da obra “Pão Nosso”, da Editora FEB.

“Obras anti-doutrinárias: que atitude tomar a respeito delas?”, por Divaldo Franco (vídeo)

aprendendo-com-divaldo

Queridos amigos,

Qual a melhor técnica para se lidar com obras anti-doutrinárias? Como identificá-las? É correto permitir que os centros vendam esses títulos, a pretexto de arrecadar fundos para obras assistenciais? Essas e outras questões relevantes e atuais são respondidas por Divaldo Franco no vídeo a seguir.

Que esta seja uma semana de muita saúde, paz, alegria e harmonia a vocês e suas famílias!

Paz e luz a todos!

Abraços fraternos,

A Equipe do blog Espiritismo no Cotidiano

Todas as palestras da série especial “Aprendendo com Divaldo” »

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Informativo Divulgação Espírita – Espiritismo no Cotidiano – Março 2015 – nº. 75

Para cadastrar-se e receber os informativos mensalmente em seu e-mail, clique aqui »

Para ler os informativos anteriores, clique aqui »

mailing enc

ESPIRITISMO NO COTIDIANO

nº. 75 – Março 2015

Boletim informativo destinado aos leitores registrados no site www.espiritismonocotidiano.com 

Endereço alternativo: https://espiritismonocotidiano.wordpress.com

Estudos Doutrinários Doutrina Espírita CristãCulto Cristão no LarAs Obras Básicas

“Tudo é possível àquele que crê.”

Jesus

***

“Use a calma.
A vida pode ser um bom estado de luta, mas o estado de guerra nunca será uma vida boa.”

André Luiz

***

“Todos os nossos males provêm de agirmos num sentido oposto à corrente divina; se tornarmos a entrar nessa corrente, a dor desaparece com as causas que a fizeram nascer.”

Léon Denis

***

“És filho de Deus, cujo amor inunda o universo e se encontra presente nas fibras mais íntimas do teu ser.

Por isso, nada te deve atemorizar ou afligir demasiadamente.”

Joanna de Ângelis

Queridos amigos,

Em nosso boletim deste mês, conversaremos a respeito do costume de pensarmos primeiramente a respeito do comportamento alheio, antes de analisarmos o nosso. André Luiz alerta-nos, no texto a seguir, da importância de refletirmos sobre o próprio comportamento antes de condenarmos os outros ou de julgarmo-nos incapazes de realizar certos deveres a que somos chamados por nossa condição de cristãos.

Passemos, então, à leitura:

SE VOCÊ PENSAR

André Luiz. Psicografia de Chico Xavier e Waldo Vieira. Da obra “O Espírito da Verdade”. Do site Mensagens Espíritas.

Diz você que a palavra do companheiro é agressiva demais; no entanto, se você pensar nas frases contundentes que lhe saem da boca, nem de leve passará sobre o assunto.

Diz você que o amigo praticou erro grave; contudo, se você pensar nos delitos maiores que deixou de cometer, simplesmente por fugir-lhe a oportunidade, não encontrará motivo de acusação.

Diz você haver sofrido pesada ofensa; entretanto, se você pensar quantas vezes tem ferido os outros, olvidará, incontinenti, as falhas alheias.

Diz você que não suporta mais os trabalhos com que os familiares lhe tributam as horas, mas, se você pensar nos incômodos que a sua existência tem exigido de todos eles, não terá gosto de reclamar.

Diz você que os seus sacrifícios são muito grandes, em favor do próximo; no entanto, se você pensar nas vidas que morrem diariamente, para que você tenha a mesa farta, decerto não falará mais nisso.

Diz você que as suas necessidades são invencíveis; contudo, se você pensar nas privações daqueles que seriam infinitamente felizes com as sobras de sua casa, não tropeçaria na queixa.

Diz você que não pode ajudar na beneficência, em razão de velha enxaqueca; contudo, se você pensar naqueles que jazem no leito dos hospitais, implorando um momento de alívio, não adiará seu concurso.

Diz você que não dispõe de tempo para o cultivo da caridade, mas, se você pensar nos mil e quatrocentos e quarenta minutos que você possui, cada dia, para viver na Terra, não se esconderá em semelhante desculpa.

Em todo assunto de falta e perdão, não nos demoremos visando os outros. Pensemos em nós próprios e preferiremos fazer silêncio, extinguindo o mal.

Esperando sinceramente que este informativo tenha proporcionado momentos de reflexão útil para o nosso aperfeiçoamento, desejo a vocês e a suas famílias muita saúde, muita paz, muita alegria e muita harmonia.

Paz e luz!

Abraços fraternos,

A Equipe do blog Espiritismo no Cotidiano

Acesso rápido:

Twitter do blog | Facebook do blog | Artigo desta SemanaEstudos Doutrinários |

Vídeos | Áudio |  Fale Conosco |

***

Boletim mensal Espiritismo no Cotidiano

Ano VII – Número 75 – Março 2015

Espiritismo no Cotidiano é uma publicação mensal destinada aos leitores registrados no site www.espiritismonocotidiano.com.

Agradecemos sua visita ao site. Paz e luz!